0800-7033-500Bem-vindo(a) ao blog da HOSPFAR, voltar para o site.

Marcelo Perillo explica como funciona a venda de medicamentos fracionados

Home / Medicamentos / Marcelo Perillo explica como funciona a venda de medicamentos fracionados

Marcelo Perillo explica como funciona a venda de medicamentos fracionados

Medicamentos fracionados garantem segurança

A venda fracionada de medicamentos é importante para prevenir a automedicação, já que evita que os pacientes tenham em casa sobras de medicamento e resolvam utilizar caso sintam algum sintoma de algo que julgam conhecer a causa. Marcelo Perillo, Diretor Administrativo da Hospfar, explica que o uso errado de medicamentos é uma das principais causas de intoxicação no Brasil.

Atenção, farmacêutico!

Marcelo Perillo lembra que você é o responsável por realizar o fracionamento, avaliando a prescrição médica que está na receita. A divisão da embalagem tem que ocorrer sem que o produto seja prejudicado. Os dados de identificação do medicamento, como nome e princípio ativo devem continuar visíveis mesmo depois da divisão da cartela.

O farmacêutico também deve assegurar o armazenamento correto dos medicamentos na drogaria ou farmácia, informar ao paciente todas as recomendações necessárias sobre a utilização do remédio, como interação com outros alimentos, cuidados de conservação e via de administração. Há também que manter um registro de todas as vendas realizadas de medicamentos fracionados, ele pode ser feito de forma manual ou eletrônica.

Medicamentos que podem ser fracionados

Medicamentos que são sujeitos a controle especial não podem ser fracionados, independente da embalagem. Medicamentos que são apresentados em bisnaga dose única, ampola, seringa, sachê, envelope, blister, strip, cápsulas, drágeas e adesivos podem ser fracionados, desde que estejam acondicionados em embalagens produzidas para este fim, com todas as informações escritas e também a presença de “EMBALAGEM FRACIONÁVEL” em caixa alta e cor vermelha no rótulo.

Marcelo Perillo também destaca alguns pontos que a farmácia ou drogaria deve possuir para realizar a venda fracionada: Uma área destinada para o fracionamento e identificada de forma visível para o cliente. Também deve ter uma placa com o nome do farmacêutico e horário de trabalho, a indicação que o fracionamento deve ser realizado pelo farmacêutico, documentos que comprovem a regularidade do estabelecimento, identificação do farmacêutico, materiais adequados para o corte e local de acondicionamento adequado.

Gostou das dicas? Toda semana tem novidade relacionada ao mundo farmacêutico separadas pelo Marcelo Perillo especialmente para o blog da Hospfar. Acompanhe também nas redes sociais.

Postagens Recentes
Marcelo Perillomarcelo perillo